Blog imobiliário
Veiga Junior

É melhor escolher a tinta ou o papel de parede?

26/05/17

Na hora de reformar a casa, sempre surge a pergunta sobre qual o melhor tipo de acabamento para os ambientes: arriscar uma pintura diferenciada ou optar pela variedade que o papel de parede oferece? Considere que tipo de impressão você pretende causar, além do dinheiro disponível para tal investimento.

TINTA

É uma alternativa mais econômica a curto prazo, e a aplicação pode ser feita pelo próprio morador, lembrando que é importante cobrir todos os móveis e piso antes, a fim de protegê-los da sujeira. Há uma infinidade de combinações possíveis a serem realizadas com a tinta, não dispensando a versatilidade dela.

É possível inclusive fazer uso de texturas, que dão um poder maior de composição da decoração. Porém, como a pintura desgasta e suja fácil, recomenda-se que ela seja reaplicada de tempos em tempos, para manter a parede bonita e conservada.

PAPEL DE PAREDE

Amado por designers de interiores, já foi tendência nas residências dos anos 60, e voltou para nos relembrar a sofisticação que ele é capaz de dar a um ambiente, dando uma cara totalmente nova. Sua instalação é rápida, mas exige atenção, pois as estampas devem ser corretamente conectadas, caso contrário o efeito final será prejudicado.

Oferecendo vantagens assim, claramente seu custo seria mais elevado, com rolos valendo a partir de R$40,00 (preste atenção na metragem!). Mas, por outro lado, sua duração é maior que a da pintura, podendo chegar a 10 anos. Com uma variedade imensa de modelos, estilos e cores a serem escolhidos, apresenta uma maior economia a longo prazo.

Voltar ao Blog

Tags

led
mdf
mdp
pet
sac
Web

Contato

Escolha uma forma de contato e fale conosco

Copyright © 2017 - Veiga Junior Empreendimentos Imobiliários

Desenvolvido por: Agência D1UP