Blog imobiliário
Veiga Junior

Desvendando os mitos das finanças domésticas

16/05/18

Finanças

Falar sobre finanças e economia é quase um tabu na nossa sociedade. Ou soa muito complicado ou muito impossível. Na realidade tudo é apenas uma questão de organização e entendimento, não só de investimentos e assuntos econômicos, mas de saber qual a sua necessidade e qual o objetivo final do seu planejamento.

E a falta de explicação acaba gerando um "mito" no assunto de finanças domésticas. O mais importante é sempre ter um foco no que gastar, no que investir e no porquê de investir. O mais aconselhável é se organizar com curtos, médios e longos objetivos. Para te ajudar, desvendaremos alguns desses mitos das finanças domésticas.

Devo ter medo do cartão de crédito?

O cartão de crédito pode ser um "amigo" ou um "falso amigo". Vamos entender melhor essa afirmação: se eu fizer várias parcelas sem me programar, provavelmente eu adquirirei várias dívidas e sem um planejamento de gastos, poderei ter que recorrer a recursos fornecidos pelos cartões (como por exemplo o de pagar a fatura mínima jogando o restante para o próximo mês), isso é um "tiro no pé", evite isso! OS juros e taxas do cartão são altíssimas!

Se você optar pelo uso do cartão de Crédito e usá-lo de maneira madura e consciente, você pode aliviar as contas no mês, pois na verdade o cartão de crédito te ajuda a distribuir os seus gastos (se você optar por comprar um celular, você não precisa gastar o valor total imediato e acaba tendo um investimento menor ao longo dos meses).

Como posso economizar?

Pensamos que economizar é um privilégio e que é só para aqueles com rendas altíssimas. Mas como falamos no início, tudo é uma questão de organização. Antes de tudo você deve sempre tentar quitar suas dívidas, priorizar isso, principalmente as acumuladas! Planeje bem o seu salário, crie metas e porcentagens de gasto para cada segmento, como dinheiro para contas, outro para lazer, outro para dívidas e por aí vai.

Procure sempre pagar as contas no dia ou dias próximos do pagamento, ou programe débito automático. E claro, sempre avaliar o custo-benefício, a necessidade de gastar com aquele determinado produto/serviço naquele mês.

Sempre faça perguntas do tipo: "Eu preciso muito disso agora?" e "Esse é o melhor mês?". Isso ajudará muito no final do mês a sobrar aquele dinheiro para planos futuros ou até segurança e estabilidade financeira.

Esteja sempre atento aos seus gastos e se planeje! Isso é o básico, essencial e fundamental para começar a desmistificar "os mitos" financeiros. E procure sempre estudar diariamente métodos de como otimizar, investir, gastar e guardar seu dinheiro!

Voltar ao Blog

Contato

Escolha uma forma de contato e fale conosco

Copyright © 2017 - Veiga Junior Empreendimentos Imobiliários

Desenvolvido por: Agência D1UP