Blog imobiliário
Veiga Junior

Como fazer a limpeza dos seus travesseiros?

11/10/17

Você tem o hábito de fazer a higienização do seu travesseiro? Ou vai confessar que já o utiliza há 5 anos e ele nunca viu uma lavadora? Pois saiba que essa prática é necessária e importante para a sua saúde, pois nele ficam acumulados microrganismos, ácaros e poeira, além da oleosidade que deixa o tecido amarelado.

A limpeza deve ser realizada a cada seis meses, ou, em casos mais extremos, a cada três meses. Isso porque estes elementos de sujeira, uma hora ou outra, irão te causar incômodos como alergias e doenças no aparelho respiratório. Com certeza não é um risco agradável de se correr, né?

O processo é igual para todos?

Cada material com que foi produzido o travesseiro exige um tipo de lavagem diferente, a fim de não o danificar. Mas antes de qualquer procedimento, lembre-se sempre de consultar a etiqueta do produto e confirmar se ele pode mesmo ser lavado. Caso não possa, como é o caso do látex, viscoelástico e espuma comum, utilize o mínimo de água e sabão, fazendo uma limpeza superficial com uma esponja.

Se o seu travesseiro for composto de fibras, molas ou no modelo anatômico, ele deve ser lavado à mão. Para isso, você pode encharca-lo, esfrega-lo com sabão líquido ou detergente neutro e enxaguá-lo sem torcer, apernas apertando para retirar o excesso de água.

Mas se ele for composto de plumas e penas de ganso, a lavagem deve ser feita à seco. Neste caso, o procedimento mais indicado é deixar a tarefa nas mãos de uma lavanderia de sua confiança.

E se não for nenhum desses?

Para todos os outros materiais, sinal verde para utilizar a máquina de lavar da sua casa. A fim de ter a melhor limpeza possível, coloque no máximo dois travesseiros de cada vez dentro dela, sem misturar com outras peças. É recomendado utilizar água fria e sabão líquido, escolhendo o ciclo de lavagem delicada/suave (se houver a categoria cama de banho, melhor ainda!).

A hora da secagem

Quando chegar na parte da secagem, não se esqueça de deixar os travesseiros na sombra, pois a exposição direta ao sol tem efeito reverso: ao invés de matar os germes com o calor, ajuda a proliferá-los e tornar o tecido ainda mais amarelado. Se não souber quando está liberado tirar as peças do varal, experimente a técnica da balança, pesando-as antes e depois da lavagem. Se estiver mais pesado depois, significa que ainda há água em seu interior.

Uma dica final para a boa conservação dos seus companheiros de sono: não os utilize sem fronha, deixe-os em ambiente arejado e troque a roupa de cama semanalmente. Há ainda uma recomendação dos médicos: a substituição dos seus travesseiros por novos é ideal a cada dois anos.

Voltar ao Blog

Contato

Escolha uma forma de contato e fale conosco

Copyright © 2017 - Veiga Junior Empreendimentos Imobiliários

Desenvolvido por: Agência D1UP